português

Programa de Renda Acessível

 

Fernando Medina apresentou regras e valores do Programa de Renda Acessível.

Estas medidas têm como principal objectivo “disponibilizar casas a preços que as pessoas possam pagar em #Lisboa

O Programa de Renda Acessível tem em consideração o rendimento líquido dos candidatos e dá mais regalias para quem tem filhos. Deste modo a autarquia prevê em novembro, colocar no mercado vinte casas situadas na Rua Eduardo Bairrada, na Ajuda.

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina apresentou o novo Regulamento Municipal de Habitação e as regras de acesso, assim como o valor das rendas do Programa de Renda Acessível (PRA), viabilizando “casas que as pessoas possam pagar”, cujas rendas não ultrapassem 30% do rendimento mensal líquido do agregado.

“Para concorrer, o rendimento bruto do agregado deve situar-se entre um mínimo de 8.400 €/ano por cada pessoa com rendimento, e um máximo de 35.000 €/ano (uma pessoa), 45.000 €/ano (duas pessoas), ou 45.000 €/ano + 5.000 €/ano por cada dependente (mais de duas pessoas)”.

Para concorrer, conheça as simulações e a localização das primeiras 203 primeiras casas que serão disponibilizadas ao abrigo deste programa municipal, https://bit.ly/2FNwmtG


VOLTAR